Vietname

À procura da proximidade com o cliente, descobrimos: Vietname!

Mercados

Na região, para a região: Essa é a fórmula curta que a tesa irá usar para produzir fitas adesivas para o mercado asiático a partir de 2023. Para este efeito, o grupo está a construir uma nova fábrica no Vietname do Norte.

Há uma nova bandeira no mapa tesa: Em breve, iremos dizer "Xin chào, Vietname!" – que se traduz por "bom dia, Vietname!" – na cidade de Haiphong. O grupo irá instalar-se na terceira maior cidade do Vietname, numa propriedade com cerca de 70.000 metros quadrados. Isto irá reforçar a presença da tesa na Ásia, aumentar significativamente as capacidades e reduzir o caminho até aos clientes e fornecedores. Atualmente, a tesa conta com 14 instalações de produção em todo o mundo, incluindo grandes fábricas na Alemanha (Hamburgo, Offenburg), Itália, EUA e China.

Um investimento de 55 milhões de euros

"O objetivo da nossa estratégia é continuar a crescer e alcançar um equilíbrio harmonizado entre as regiões da Europa, da América do Norte e da Ásia. O mercado asiático de fitas adesivas está a vivenciar um desenvolvimento muito dinâmico que queremos aproveitar", explica o Dr. Norman Goldberg, CEO da tesa SE, que é uma afiliada do Grupo Beiersdorf. 

"Perante o facto de que a tesa faz um investimento tão grande em tempos de coronavírus, os acionistas emitem um sinal forte para o futuro."
Dr. Norman Goldberg
Dr. Norman Goldberg, Direct Industries
Dr. Norman Goldberg, CEO, tesa

Um país emergente no Sudeste Asiático

O país do Mar da China Meridional, com uma população de 95 milhões de habitantes, oferece as melhores oportunidades para servir clientes e mercados no Sudeste Asiático e também na China. Um número cada vez maior de clientes tesa particularmente importantes está a instalar-se no Vietname, por exemplo, das indústrias eletrónica e automóvel. Ainda no primeiro trimestre de 2020, o crescimento económico do país aumentou 3,8% – apesar da crise global devido ao coronavírus. Com uma idade média de 31,7 anos, o Vietname é um país jovem e – bastante significativo para a tesa – tem um número elevado de engenheiros.

Haiphong, Vietname
"A nova fábrica do Vietname não só cria capacidades adicionais, como também nos permite atingir os nossos elevados objetivos de crescimento na maior região e mais rápida em crescimento",
Stefan Schmidt
Stefan Schmidt
Stefan Schmidt, Chefe da Cadeia de Abastecimento, tesa

Inovações para smartphone e Ca.

Desde 2005, no Extremo Oriente, a tesa tem vindo a operar com sucesso uma grande fábrica na cidade chinesa de Suzhou, que, em 2025, apesar da expansão atual, irá atingir os seus limites para satisfazer as crescentes exigências. A partir de Suzhou, a tesa fornece, entre outros, muitas fitas de alta tecnologia para dispositivos eletrónicos, por exemplo, para aderir componentes e ecrãs em telemóveis e tablets. Isto significa que são utilizadas mais de 40 aplicações adesivas tesa diferentes em smartphones. A substituição de baterias sem problemas só foi possível com uma fita tesa desenvolvida recentemente (Bond & Detach).

Entrega rápida aos clientes

"A nova fábrica no Vietname não só cria capacidades adicionais, como também nos permite atingir os nossos objetivos de crescimento mais elevados na maior e mais rápida região de crescimento", explica Stefan Schmidt, Chefe da rede de fornecimento tesa e, por conseguinte, também responsável por todas as fábricas em todo o mundo. "O tempo de comercialização e o rápido acesso aos fornecedores de matérias-primas locais são fatores importantes na concorrência internacional." Na primeira fase – a partir de 2023 – cerca de 140 funcionários estão escalonados para operações na fábrica.

Uma marca importante de sustentabilidade

No Vietname, a tesa está também a investir na sustentabilidade: 65% do volume de produção será feito com adesivos isentos de solventes. Para o planeamento da fábrica, a empresa esforça-se por obter a certificação de acordo com o "LEED Gold Standard" internacionalmente reconhecido. Entre outras coisas, está planeado o uso de energia solar e o tratamento de águas pluviais.

Sob o signo do dragão

O dragão desempenha um papel importante no Vietname. Simboliza sorte, sabedoria e poder. Imagens e desenhos do dragão são omnipresentes no país. No passado, o mítico animal era um símbolo dos reis. Os itens que usavam eram frequentemente decorados com motivos de dragão. O dragão é também um animal sagrado: Segundo a lenda, os vietnamitas foram criados a partir da ligação de um dragão e de uma fada. Há cerca de mil anos, o animal tornou-se o homónimo da capital Thang Long, que se traduz por "Dragão ascendente". Só mais tarde é que Thang Long passou a chamar-se Hanói.

Dragão

De acordo com uma estimativa de 2018, a população do Vietname é de cerca de 95,55 milhões de habitantes. Com uma densidade populacional de 308 habitantes por quilómetro quadrado. O tamanho do estado costeiro ao longo do sudeste asiático totaliza 332.000 quilómetros quadrados. A extensão norte-sul é de cerca de 1650 quilómetros, a largura este-oeste tem até 600 quilómetros, enquanto o ponto mais estreito no Vietname Central tem apenas 50 quilómetros de largura. A capital é Hanói. O clima é bastante mais variável de tropical a moderado no norte, mas é tropical no sul. (Fonte: Wikipedia)